20/11/2017 às 11:30h
GCCO preside investigação da tentativa de homicídio a investigador; buscas não cessarão

Assessoria | PJC-MT 

(Atualizada) A Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO), da Polícia Judiciária Civil, irá presidir as investigações da tentativa de homicídio ao investigador Sidney Ribeiro dos Santos, lotado na Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Veículos Automotores (Derrfva), ocorrida durante as buscas para resgatar a empresária, Milene Falcão Eubank, vítima de sequestro na sexta-feira (17.11).

O investigador permaneceu hospitalizado no Pronto Socorro de Cuiabá até a tarde deste domingo e depois foi transferido para o Hospital São Benedito. Seu estado de saúde é considerado estável. O delegado geral da Polícia Civil, Fernando Vasco Spinelli Pigozzi, determinou que todas as unidades da Diretoria Metropolitana e  Atividades Especiais  (DAE) prestem o apoio necessário à prisão do criminoso que atirou no investigador.

"Já determinamos que as unidades usem o aparato necessário para localizar o último integrante desse bando. Estou acompanhado pessoalmente o quatro de saúde do policial junto com o diretor metropolitano. A Polícia Civil vai prestar toda a ajuda necessária a família do investigador", afirmou.

As buscas ao criminoso que alvejou o policial na região no rosto são realizadas por policiais das unidades da Diretoria Metropolitana, Diretoria de Atividades Especiais (DAE) e apoio da Polícia Militar.

O delegado do GCCO, Diogo Santana de Souza, assegurou que as buscas ao nono envolvido e principal suspeito de atirar no investigador não cessarão até a sua prisão.

O principal suspeito de atirar no investigador é o criminoso, Kelves Gonçalves da Silva, conhecido por Kelvinho, que já esteve preso na Penitenciária Central do Estado (PCE) e é membro de uma facção criminosa. Ele também responde por homicídio investigado na Delegacia Especializada de Homicídio e Proteção a Pessoa (DHPP), no caso do taxista, Douglas da Silva Dantas, encontrado próximo ao aterro sanitário de Cuiabá, ao lado do veículo, em agosto deste ano. A vítima foi amarrada e degolada.

Conforme a Delegacia de Roubos e Furtos de Veículos,  o flagrante da prisão de sete maiores e apreensão de um menor,  envolvidos no sequestro, lavrado no sábado (18),  será encaminhado ao GCCO para concluir as diligências e encaminhar no prazo de 10 dias ao Judiciário.

"Fizemos o trabalho em conjunto na Derrfva. Apurou-se que tanto o crime contra a vida do policial e também que o crime não foi de roubo de veículo e sim uma extorsão mediante sequestro, que são crimes de atribuição do GCCO. Fizemos o flagrante e no próprio despacho já determinamos o encaminhamento ao GCCO, tanto o feito de manhã quanto o último preso no final do dia", disse o delegado Vitor Hugo Bruzulato Teixeira.

Oitavo preso

O oitavo suspeito envolvido no sequestro da empresária Milene Falcão Eubank, na sexta-feira (17.11), no bairro Quilombo, em Cuiabá, foi preso no começo da noite deste sábado (18), pela Polícia Judiciária Civil, na posse de uma pistola usada na troca de tiros que atingiu o investigador Sidney Ribeiro dos Santos, lotado na Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Veículos Automotores (Derrfva),

O suspeito Walisson Lucas de Souza, 20 anos, foi preso no bairro Ouro Fino, por policiais da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Veículos Automotores (Derrfva), Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO), Delegacia Fazendária e outras unidades da Diretoria Metropolitana, que reforçam as buscas aos criminosos envolvidos no sequestro e tentativa de homicídio do policial civil.

A empresária informou que o suspeito estava no cativeiro e levou lanche para ela. Ele também é um dos três criminosos que trocaram tiros com os policiais durante perseguição, na madrugada de sábado, no bairro Ouro Fino. Na ação, o investigador Sidney Ribeiro dos Santos foi atingido no rosto e um dos bandidos preso.

Na casa, onde o suspeito foi encontrado, uma pistola 638 foi apreendida. A arma foi usada pelos criminosos estava dentro de uma lata de lixo, no banheiro. Também foi apreendido um tablet e uma televisão.

A arma de fogo tem registro de roubo, pertencente a empresa Rainha das Armas, em Várzea Grande.O suspeito confessou a participação no sequestro e disse que fugiu no momento que o policial civil foi alvejado.

Transferido 

No meio da tarde desde domingo o investigador foi transferido para uma Unidade de Tratatamento Intensivo (UTI) do Hospital São Benedito, em Cuiabá, onde permanecerá em observação pelas próximas 48 horas. O quadro do policial é estável. 

Atualizada às 17h30. 

Espalhe por ai:
Link:
Publicidade
Power by
Todos os direitos reservados. 2009-2017 - Publicidade Nova Visão - CNPJ 07.296.611/0001-78. Jornalista responsável Jose Paulo Batista DRT MT- 000273 - Solange Priscila DRT MT- 002121