15/11/2017 às 09:46h
Imprensa critica atuação do Brasil em amistoso contra a Inglaterra; veja

Com força máxima, o Brasil empatou sem gols contra a Inglaterra na noite desta terça-feira (14), em Wembley, no último amistoso da temporada. Foi o primeiro compromisso da seleção brasileira sob o comando de Tite contra um time europeu. E a imprensa nacional não gostou muito do que viu em Londres e fez algumas críticas. O atacante Neymar foi o principal alvo.

Confira abaixo as análises da imprensa:

Lance! analisou que a seleção brasileira teve a sua pior atuação sob o comando de Tite, encontrando dificuldades nas finalizações. O site avaliou de 0 a 10 todos os jogadores. O volante Paulinho recebeu a maior nota (7,0). Daniel Alves, Marcelo, Renato Augusto e Philippe Coutinho tiveram as avaliações mais baixas. Todos receberam nota 5,0.

Globoesporte.com também destacou a pior atuação brasileira sob o comando de Tite.

“Travado por uma marcação compacta e séria, o Brasil mostrou pouco repertório para furar o bloqueio de um rival desfalcado. Neymar se mexeu pelo campo inteiro, mas quando ele recebeu aberto e Paulinho infiltrou, movimentação tradicional e que funciona, quase saiu o gol”, escreveu o jornalista Alexandre Lozetti.

Em seu blog no UOL Esporte, Juca Kfouri postou que não gostou do jogo. Ele deu nota 3,0. E destacou que o amistoso foi um choque de realidade na seleção que manda na América do Sul, mas, por enquanto só nela. O jornalista fez críticas ao individualismo de Neymar.

Já o blogueiro Mauro Beting se disse decepcionado com o desempenho da seleção brasileira, embora tenha reconhecido a importância de um teste contra um time europeu. “Partida burocrática. Sem sustos. Mas sem gala. Magia. Graça. Ousadia. Alegria. Sem hashtag de Neymar. Jogo da velha empatado”, diz um dos trechos do texto.

Para o jornalista Ricardo Perrone, a Inglaterra, mesmo desfalcada dos seus principais jogadores, conseguiu anular as principais armas brasileiras. Ele ressaltou que o Brasil não jogou mal, já que o sistema defensivo se posicionou bem, fazendo com que os ingleses não conseguissem contra-atacar. De acordo com o blogueiro, o teste foi importante para Tite ter mais noção dos pontos que precisa melhorar.

O narrador da Rede Globo, Galvão Bueno, voltou a criticar o excesso de individualismo de Neymar, que na seleção atua mais centralizado, prendendo mais a bola. "Carregou para o meio, ele busca o trânsito, igual motorista que está andando em uma fila (faixa) e muda de fila e busca o trânsito”, disse Galvão durante a partida.

Espalhe por ai:
Link:
Publicidade
Power by
Todos os direitos reservados. 2009-2017 - Publicidade Nova Visão - CNPJ 07.296.611/0001-78. Jornalista responsável Jose Paulo Batista DRT MT- 000273 - Solange Priscila DRT MT- 002121