20/09/2017 às 11:15h
Por nova esperança, família considera transferir Schumacher para tratamento com especialista em lesões cerebrais nos EUA
Redação GP

Tudo por uma nova esperança. A família de Michael Schumacher considera transferir o piloto, que luta pela vida após o grave acidente sofrido em 29 de dezembro de 2013, numa estação de esqui nos Alpes Franceses, para os Estados Unidos. A revista alemã ‘Bravo’ reportou nesta semana que a família Schumacher pensa em levar o heptacampeão mundial para Dallas, no Texas, onde daria sequência ao tratamento com um especialista em lesões cerebrais, Dr. Mark Weeks.

Schumacher está internado em um quarto na sua própria mansão, na Suíça, meses depois do acidente em Méribel. Praticamente não há notícias sobre seu estado de saúde, opção adotada pela própria família, que prefere o sigilo absoluto em relação às condições clínicas do heptacampeão.

Contudo, a publicação reporta que Michael ainda está “fraco”, de modo que sua esposa, Corinna, busca ajuda nos Estados Unidos.

A família Schumacher tem uma fazenda de gado em Dallas, onde Schumacher esteve com a família poucas semanas antes do acidente, participando de provas de equitação junto com a filha, Gina. 

Na mesma Dallas, está estabelecida a base do Dr. Mark Weeks, que é visto pela Schumacher como uma nova esperança para o tratamento do ex-piloto, segundo reporta a revista. “Nós temos uma vasta experiência com traumas. Provavelmente não há nenhuma clínica na Europa que lida com tantos casos como nós”, afirmou o médico à revista alemã.


Corinna e Michael Schumacher
Espalhe por ai:
Link:
Publicidade
Power by
Todos os direitos reservados. 2009-2017 - Bem Mais Comunicação - CNPJ 15.349.563/0001-67. Jornalista responsável Jose Paulo DRT MT- 000273 - Solange Priscila DRT MT- 2121