14/09/2017 às 10:45h
Mulher de líder de quadrilha é liberada pela Justiça após flagrante com veículo roubado

Izabel Barrizon/ GD


Mulher de líder de quadrilha de assaltantes de veículos, na grande Cuiabá é liberada na quarta-feira (13), em audiência de custódia, para responder em liberdade pelo crime de receptação de veículo.


Ela estava em companhia de Livio Margotti, 30, também preso, que não foi liberado pela Justiça e teve a prisão em flagrante convertida em preventiva, em decisão do juiz Jeverson Luiz Quinteira, responsável pela audiência de custódia na 11ª Vara Criminal.
Raissa Lorany Nascimento, 20, foi detida em flagrante na tarde de segunda-feira (11), no bairro São Gonçalo 3, na Capital, com pick up Fiat Strada roubada da concessionária Domani, na avenida da FEB, em Várzea Grande, no mês passado.

Magistrado argumentou na decisão que liberou Raissa, de que ela não possui condenação com transito em julgado, sendo ré primária, além de não configurar nos requisitos previstos no Código de Processo Penal (CPP) para prisão preventiva.

Apesar disso, ela responde na Comarca de Várzea Grande pelo crime de tráfico de drogas. Raissa é apontada como mulher de Luciano Mariano da Silva, o "Marreta", presidiário acusado de chefiar de dentro de unidade prisional, furtos e roubos de veículos na grande Cuiabá.

Luciano foi denunciado pela Delegacia Especializada de Repressão a Roubos e Furtos de Veículos (Derrfva), em agosto desse ano, como sendo um dos líderes de quadrilha, junto com Edmar Ormeneze, o "Mazinho", Robson José Pereira de Araújo, conhecido por "Carcaça" e Vagner Silva Moura, o "Belo", também detentos, na operação Ares Vermelho.

Espalhe por ai:
Link:
Publicidade
Power by
Todos os direitos reservados. 2009-2017 - Publicidade Nova Visão - CNPJ 07.296.611/0001-78. Jornalista responsável Jose Paulo Batista DRT MT- 000273 - Solange Priscila DRT MT- 002121