14/09/2017 às 10:38h
PF cumpre mandados na Assembleia e na casa do prefeito Emanuel Pinheiro - veja vídeos

Celly Alves e Janaiara Soares/GD



 Atualizada às 8h450 - A Polícia Federal deflagrou na manhã desta quinta-feira (14) operação para cumprir mandados de busca e apreensão expedidos pelo Supremo Tribunal Federal (STF) em 64 endereços, em residências de políticos envolvidos em esquema de corrupção, em Mato Grosso, após delação premiada do ex-governador Silval Barbosa, à Procuradoria-Geral da República. Delação teve conteúdo divulgado em agosto e mostra vídeos de deputados e prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro, recebendo dinheiro de propina.

Segundo as primeiras informações, a residência do prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (PMDB) é um dos alvos, bem como a Assembleia Legislativa de Mato Grosso. Apartamento do atual ministro da Agricultura, Blairo Maggi, em Brasília também é alvo de policiais federais, em cumprimento de mandado de busca e apreensão.

A PF informou tratar-se da Operação Malebolge (12ª fase da Ararath) que mobiliza 270 pessoas dentre policiais federais e membros do MPF em Cuiabá, Rondonópolis, Primavera do Leste, Araputanga, Pontes e Lacerda, Tangará da Serra, Juara, Sorriso, Sinop, Brasília (DF) e São Paulo (SP).

Confira alguns dos locais alvos da PF na Capital

João Vieira

Em Cuiabá, os agentes da PF também realizaram diligências numa factoring localizada no prédio da empresa Solução Cosméticos. O estabelecimento, situado no Edifício Work Tower, na Rua Barão de Melgaço, é apontado como o local onde Rodrigo da Cunha Barbosa, filho do ex-governador lavava dinheiro de propina desviado dos cofres do Estado.

A casa do prefeito Emanuel Pinheiro e a Prefeitura de Cuiabá, também foram alvos de buscas bem como a sede da empresa Amaggi, do ministro da Agricultura, Blairo Maggi (PP). O Tribunal de Contas do Estado (TCE) é outro local alvo de mandados judiciais.

A casa do diretor do Diário de Cuiabá, Gustavo Capilé, é outro local onde os agentes cumpriram mandado.

Policiais federais também cumpriram diligência na casa dos deputados estaduais Gilmar Fabris (PSD) e Silvano Amaral (PMDB), bem como no condomínio Florais Cuiabá, na Rua 1. Outro local visitado pelos agentes foi a Sedec, na Getúlio Vargas.

Prefeita de Juara é alvo


Luciane Bezerra recebendo maços de dinheiro

No município de Juara, o alvo é a prefeita Luciane Bezerra (PSB). Ela, quando era deputada estadual, também foi gravada por Silvio Cézar Corrêa Araújo, ex-chefe de gabinete de Silval Barbosa recebendo dinheiro de propina e colocando na bolsa. O vídeo, que faz parte da delação de Silval Barbosa, mostra que Luciane reclama do valor recebido, pois acha que é pouco e ao ver a quantia de dinheiro que Silvio tinha para distribuir aos demais parlamentares que faziam parte do esquema, diz que dava até "tremedeira"

Sem conduções e prisões

Houve, por parte da Procuradoria-Geral de Justiça (PGR), pedidos de conduções coercitivas, mas o ministro Luiz Fux, do Supremo negou. Expediu apenas mandados de busca e apreensão. Na operação também não existe nenhum mandado de prisão a ser cumprido. 

Veja vídeos

Espalhe por ai:
Link:
Publicidade
Power by
Todos os direitos reservados. 2009-2017 - Bem Mais Comunicação - CNPJ 15.349.563/0001-67. Jornalista responsável Jose Paulo DRT MT- 000273 - Solange Priscila DRT MT- 2121