16/08/2017 às 03:14h
PF inaugura Operação Lava Jato no Rio Grande do Sul
Agência O Globo

A Polícia Federal deflagra na manhã desta quarta-feira uma operação que é desdobramento da Operação Lava-Jato no Rio Grande do Sul, a primeira do gênero. Batizada de Étimo, visa a combater crimes de lavagem de dinheiro, evasão de divisas, crimes contra o sistema financeiro nacional e corrupção. Mais de 50 policiais federais cumprem mandados de busca e apreensão em Porto Alegre, Canoas, Glorinha e em Brasília. O sequestro de bens e o afastamento de sigilo dos investigados também foram autorizados pela Justiça Federal.

“Com dados obtidos a partir de compartilhamento das informações da 26ª Fase da Operação Lava Jato (Operação Xepa), foi possível aprofundar as investigações sobre esquema envolvendo a lavagem de dinheiro por meio de entidade associativa ligada a grandes empreiteiras”, diz nota enviada na manhã desta quarta-feira pela PF. A Odebrecht seria a principal delas.

Deflagrada em março de 2016, a operação Xepa cumpriu mandados em nove estados contra mais de 40 pessoas ligadas direta e indiretamente a construtora Odebrecht. Os investigadores declararam na época que era o maior esquema e mais sofisticado esquema de propina já encontrado na Lava Jato até então. Foi nesta operação que se reforçou o fato de que a empreiteira tinha um setor exclusivo para controlar o pagamento de vantagens indevidas. Na época foram descobertas planilhas de controle dos pagamentos de propina da Odebrecht. Os investigadores identificaram “pagamentos sistemáticos” com entregas de valores em moeda no Brasil e transferências no exterior.

O nome da operação de hoje é referência à origem das informações que possibilitaram o aprofundamento das investigações. Étimo é um termo que exprime a ideia de origem, que serve de base para uma palavra, a partir da qual se formam outras.

Haverá uma entrevista coletiva em Porto Alegre na manhã de hoje para detalhar a operação.

Espalhe por ai:
Link:
Publicidade
Power by
Todos os direitos reservados. 2009-2017 - Publicidade Nova Visão - CNPJ 07.296.611/0001-78. Jornalista responsável Jose Paulo Batista DRT MT- 000273 - Solange Priscila DRT MT- 002121