02/08/2017 às 11:16h
Associação pede reforço à segurança pessoal do promotor Mauro Zaque

Alcione dos Anjos/ GD


Associação Mato-grossense do Ministério Público (AMMP) pediu nesta terça-feira (1) à Procuradoria Geral de Justiça (PGJ) e autoridades competentes reforço à segurança pessoal do promotor Mauro Zaque por conta das ameaças feitas ao promotor de Justiça pelo cabo da Polícia Militar, Gerson Luiz Correia.

A ameaça teria ocorrido em conversa entre o cabo e um amigo dele, por meio do aplicativo WhatsApp no mês de julho. Zaque é autor da denúncia dos grampos ilegais no Estado que levou para a prisão, em maio, o cabo Gérson.

Gerson é apontado como um dos operadores das interceptações telefônicas ilegais no escândalo que ficou conhecido como “Grampolândia”.

Segundo o amigo de Gérson, o cabo teria dito “esse (Mauro Zaque) vou arregaçar de qualquer jeito”. O cabo também teria enviado mensagens para amigos dentro da prisão, inclusive cobrando dívida, conforme e-mail encaminhado para seu amigo no dia 26 de junho.

Otmar de Oliveira

O presidente da AMMP, Roberto Aparecido Turin, diz que associação exige a responsabilização penal do autor da ameaça ao promotor e que a AMMP tem “plena confiança e irrestrito apoio ao colega Mauro Zaque” afirma ainda que “a ameaça direta contra um integrante do MPE, em virtude do regular exercício de suas atribuições, é um ataque contra toda a instituição”.

Pede também a responsabilidade penal do autor das ameaças e reitera “a exigência plena, profunda e total investigação de todos os fatos referentes à chamada grampolandia”.

Veja nota na íntegra encaminhada pelo presidente da AMMP ao Gazeta Digital

Com relação às notícias recentemente veiculadas de ameaças diretas feitas por um dos PMs presos e denunciados pelo MP no caso dos grampos. Ameaças diretas contra o promotor Mauro Zaque, autor da representação que resultou na investigação sobre os grampos e na consequente prisão do PM autor da ameaça. 

A AMMP vem à público reiterar plena confiança e irrestrito apoio ao colega Mauro Zaque. Afinal a ameaça direta contra um integrante do MPE, em virtude do regular exercício de suas atribuições, é um ataque contra toda a INSTITUIÇAO e também um desrespeito à toda sociedade e ao Estado de direito. Portanto, faz se necessário reafirmar que a INSTITUIÇÃO está UNIDA na defesa do colega MAURO ZAQUE e a AMMP está atenta para a defesa das PRERROGATIVAS dos integrantes do MPE. Vamos combater essa e quaisquer outras ameaças, contra os legítimos interesses do Ministério Público. 

Já solicitamos ao PGJ e às demais autoridades competentes o reforço à segurança pessoal do colega. MAURO ZAQUE e a responsabilidade penal do autor das ameaças. Reiteramos também a exigência de plena. Profunda e total investigação de todos os fatos referentes à chamada GRAMPOLANDIA, investigação essa a ser conduzida pelas autoridades legalmente definidas e dentro do devido processo legal. 
Roberto Aparecido Turin - Presidente da AMMP 

Espalhe por ai:
Link:
Publicidade
Power by
Todos os direitos reservados. 2009-2017 - Bem Mais Comunicação - CNPJ 15.349.563/0001-67. Jornalista responsável Jose Paulo DRT MT- 000273 - Solange Priscila DRT MT- 2121