02/08/2017 às 12:17h
Oposição vai obstruir votação e marca passeata no Salão Verde contra Temer

BRASÍLIA - Partidos da oposição vão iniciar o dia nesta quarta-feira, 2, com uma "passeata" no Salão Verde da Câmara pedindo a saída do presidente Michel Temer. O grupo já definiu que não vai marcar presença na sessão prevista para começar às 9h da manhã destinada a votar a denúncia apresentada contra o peemedebista.

O PT, que conta com 57 deputados, ainda resiste em abraçar a estratégia de obstruir a votação defendida por outros partidos menores da oposição como o PSOL e a Rede. A legenda, no entanto, concordou em não marcar presença pela manhã para testar a força do governo e verificar o tamanho da base de Temer na Câmara.  

PLACAR Veja como votarão os deputados no plenário

O primeiro desafio dos que querem a permanência do peemedebista na Presidência será colocar 257 parlamentares em plenário para aprovar um requerimento para encurtar a discussão na Casa. Se eles conseguirem esse número, os partidos da oposição devem fazer uma nova reunião para definir a estratégia a ser seguida. 

Há quem defenda que os deputados oposicionistas marquem presença somente após o governo conseguir colocar no plenário o quórum mínimo exigido para a votação, que é de 342 deputados.

Integrantes da base aliada admitem que, sem a ajuda da oposição, não conseguirá alcançar esse número, o que poderá inviabilizar a votação, fazendo com que a apreciação da denúncia seja adiada.  O Palácio do Planalto, no entanto, tem pressa para derrubar a denúncia e poder retomar a agenda do governo.

Para que a Câmara autorize o Supremo Tribunal Federal (STF) a abrir uma investigação contra Temer, o que pode levar ao afastamento do peemedebista do cargo, é necessário o voto de de 342 dos 513 deputados.

Espalhe por ai:
Link:
Publicidade
Power by
Todos os direitos reservados. 2009-2017 - Bem Mais Comunicação - CNPJ 15.349.563/0001-67. Jornalista responsável Jose Paulo DRT MT- 000273 - Solange Priscila DRT MT- 2121