18/07/2017 às 04:44h
Novo ‘Trapalhões’ não tem nada de novo – nem de engraçado


Em determinado momento do primeiro episódio do remake de Os Trapalhões, exibido nesta segunda-feira no canal pago Viva, Dedé Santana alerta Didi (Renato Aragão): “Cuidado com o que você vai falar, os tempos são outros”. A advertência era uma clara alusão ao fato de que, como já amplamente divulgado na imprensa, essa versão da trupe de comédia estaria atenta ao politicamente correto e não faria piadas sobre minorias. A ausência desse tipo de humor, que reinou no período em que o seriado original foi ao ar, entre 1977 e 1995, porém, não foi o que tornou intragável a estreia. Foi a ausência de qualquer humor.

As piadas feitas já foram vistas por cerca de três décadas pelo espectador brasileiro, seja no Trapalhões original ou na série A Turma do Didi, que Renato Aragão apresentou na Globo entre 1998 e 2010. De tão batidas que são, a tarefa de arrancar até mesmo um sorriso amarelo do público se torna árdua. O esquete do valentão que entra em um bar quebrando tudo e acaba envenenado depois de roubar a bebida de um Didi macambúzio foi repetida no episódio, com a única diferença que, desta vez, o tristonho era Didico (Lucas Veloso), uma releitura do personagem de Aragão.

Espalhe por ai:
Link:
Publicidade
Power by
Todos os direitos reservados. 2009-2017 - Bem Mais Comunicação - CNPJ 15.349.563/0001-67. Jornalista responsável Jose Paulo DRT MT- 000273 - Solange Priscila DRT MT- 2121