11/07/2017 às 11:15h
Revoltado com demissões, Abel defende greve de técnicos e fala em parar o Brasileirão

O técnico Abel Braga utilizou a coletiva desta terça-feira para fazer um desabafo - e que de certa forma também foi uma ameaça. Bastante incomodado com as demissões de técnicos no futebol brasileiro, o comandante do Fluminense defendeu que os treinadores façam greve e parem o Campeonato Brasileiro.

– Só vai parar essa cultura no momento em que se reunir alguns nomes como eu, Mano Menezes, Paulo Autuori, Osvaldo de Oliveira, Dorival Junior, Vagner Mancini, Tite... os caras pesados. Se reunirem e fazer uma greve. Jogador não faz? Técnico não ganha direito de arena. E é demitido sempre dessa maneira. Tínhamos que parar o campeonato – defendeu Abel.

– É o jeito de parar Brasília. Enquanto não reunir os cascudos para dar um basta, vai acontecer isso. É ridículo. Fizeram com Mancini, com Eduardo Baptista. Não vai parar e ninguém grita. O cara que contrata, faz um projeto... é mentiroso. Manda embora dois meses depois. Que projeto é esse? Enquanto não parar, não tiver rodada, não vai mudar nada. É deprimente, vergonhoso. Isso tem que acabar – completou.

Abelão ainda chamou atenção para as condições de trabalho dos profissionais das Séries C e D, que vivem basicamente a mesma rotina de demissões dos técnicos da elite - mas sem os altos salários. Abel acredita que chegou a hora dos treinadores baterem de frente com esta realidade:

– Isso sem contar na Série C, D, que a gente nem sabe. Pessoal é demitido com quatro jogos. Você é demitido e ninguém te paga os direitos. No dia que me convocarem, eu vou fazer greve e suspendo a rodada. É minha classe. Estou com a minha vida estabelecida graças a essa profissão e quero ver tantos outros assim. Está na hora da gente ir para o pau. Estou disposto. Quero ver como ficam os patrocinadores, a imprensa, a torcida, Brasília sem uma rodada – concluiu. ​​

Espalhe por ai:
Link:
Publicidade
Power by
Todos os direitos reservados. 2009-2017 - Bem Mais Comunicação - CNPJ 15.349.563/0001-67. Jornalista responsável Jose Paulo DRT MT- 000273 - Solange Priscila DRT MT- 2121