22/06/2017 às 10:56h
Polícia Civil prende homem que matou e jogou vítima em rio em Itiquira

Assessoria | PJC-MT

A Polícia Judiciária Civil de Itiquira (357 km ao Sul) com apoio da Delegacia de Homicídios e Proteção a Pessoa de Rondonópolis (212 km ao Sul) cumpriu mandado de prisão temporária de um homem apontado como autor de homicídio ocorrido no dia 05 de maio. João Hélio Campos de Araújo é acusado da morte de José Aparecido da Silva, conhecido como “Xuxa”, no município de Itiquira.

As investigações iniciaram no dia 11 de maio, quando o corpo da vítima foi localizado por um pescador, boiando no Rio Itiquira, já em avançado estado de decomposição. Durante os trabalhos, foi realizado a perícia no local de crime. O laudo de necrópsia apontou que causa da morte foi afogamento e que havia sinais de lesão na cabeça da vítima.

Com base no levantamento de que a vítima teria sido assassinada e posteriormente jogada no rio, foram ouvidas as pessoas que tiveram contatos com José Aparecido no dia da sua morte. Através de testemunha, foi descoberto que vítima e autor estiveram em um bar na data do crime e José Aparecido flertou com a mulher de João Hélio no local.

No bar, o suspeito não esbouçou reação, mas convidou a vítima para ir até a residência do casal, com o pretexto de ingerirem mais bebida alcoólica. No caminho, o autor desferiu um golpe de madeira na cabeça da vítima e jogou o corpo no Rio Itiquira. Com base nas investigações, o delegado Santiago Rosendo Sanches representou pela prisão temporária do suspeito, deferido pela Justiça.

Após ter a ordem de prisão cumprida, o executor foi conduzido a Delegacia, onde foi interrogado e encaminhado para a Cadeia Pública de Rondonópolis. 

Espalhe por ai:
Link:
Publicidade
Power by
Todos os direitos reservados. 2009-2017 - Bem Mais Comunicação - CNPJ 15.349.563/0001-67. Jornalista responsável Jose Paulo DRT MT- 000273 - Solange Priscila DRT MT- 2121