01/06/2017 às 11:43h
Governo fará levantamento de demandas fundiárias
Dayanni Ida | Sesp-MT 

O enfrentamento aos casos de conflitos agrários foi discutido em reunião realizada nesta quarta-feira (31.05) na Secretaria de Estado de Segurança Pública, com a participação dos órgãos do colegiado pleno do Gabinete de Gestão Integrada (GGI) e representantes de outras instituições.

Foram apresentadas as dificuldades percebidas na execução das atividades e sugeridas mudanças no enfrentamento às práticas criminosas relacionadas a regularização fundiária.

O assessor da Sema, tenente-coronel PM Everson Metelo, sugeriu a inserção das coordenadas geográficas no Cadastro Ambiental Rural (CAR) para facilitar a localização das áreas e auxiliar precisamente os trabalhos no Estado em demandas judiciais. “Há milhares de fazendas ‘Santa Rita’ cadastradas em nosso sistema. Com a referência geográfica teremos precisão de que iremos cumprir a verificação da denúncia na localidade correta. É algo simples que vai engrandecer nosso trabalho”.

Outra sugestão foi a criação de um comitê com representantes dos órgãos do Governo de Mato Grosso e outros atores envolvidos, para discutir e desenvolver ações preventivas, além de melhorar as atividades repressivas.

Para o secretário de Estado de Segurança Pública, Rogers Jarbas, o comitê deve auxiliar na atuação de todos os órgãos envolvidos no tema. “Vamos integrar os órgãos em discussões periódicas para criação de um núcleo voltado ao atendimento dessas demandas. Compartilhando informações e com planejamento, poderemos agir pontualmente para sanar este problema em nosso Estado”, enfatizou Rogers.

Na próxima terça-feira (06.06) cada órgão deverá apresentar um levantamento das suas necessidades e também o membro que deverá representa-lo no comitê. A próxima reunião ocorrerá em 28 de junho, quando as demandas registradas em ata deverão ser apresentadas e novas ações serão definidas.

Representando as forças de Segurança, participaram da reunião os secretários adjuntos de Inteligência da Sesp, delegado Gustavo Garcia, o coronel PM Marcos Cunha , adjunto de integração Operacional; o diretor geral da Perícia e Identificação Técnica do Estado (Politec), Reginaldo Rossi; o comandante do Corpo de Bombeiros Militar (CBMMT), coronel Alessandro Borges; a delegada adjunta da Polícia Judiciária Civil (PJC), Silvia Pauluzzi; o presidente do Departamento Estadual de Transito (Detran), Arnon Osny; e o coronel Heverton Mourett, subchefe de Estado Maior da Polícia Militar (PMMT).

Membros do Tribunal de Justiça (TJ), Procuradoria Geral do Estado (PGE), Defensoria Pública do Estado (DPE), Ministério Público Estadual (MPE), Secretária de Estado de Meio Ambiente (Sema), Secretária de Estado de Trabalho e Assistência Social (Setas), (Intermat) e (Incra) também integraram as discussões.

Espalhe por ai:
Link:
Publicidade
Power by
Todos os direitos reservados. 2009-2017 - Bem Mais Comunicação - CNPJ 15.349.563/0001-67. Jornalista responsável Jose Paulo DRT MT- 000273 - Solange Priscila DRT MT- 2121