30/05/2017 às 12:32h
Sesp investe em aproximação com a comunidade para garantir bons resultados
Dayanni Ida | Sesp/MT 

Estreitar a relação com a comunidade local para garantir a sensação de segurança à população é a missão diária das policias Civil e Militar no município de Rondonópolis (218 km da Capital). A atuação diferenciada tem direcionado as atividades para ações preventivas e construído uma relação de proximidade com a população local.

O resultado da intensificação de atividades preventivas foi uma necessidade de reestruturação percebidas pela Polícia Judiciária Civil (PJC) e Polícia Militar (PM), que uniram esforços para promover continuamente ações qualificadas de prevenção e de enfrentamento à criminalidade na cidade.

Diálogos, atividades preventivas, execução de projetos sociais para crianças e adolescentes, de recuperação a usuários de drogas e parcerias com órgãos municipais e empresas privadas, integram as ações do novo modelo de atividade executado pelas unidades policiais na região.

O comandante regional da Polícia Militar no município, tenente-coronel PM Wilker Sodré, enfatizou que a nova ‘modelagem’ do sistema de atuação vem apresentado resultado satisfatórios na redução dos índices locais.

“Fizemos uma reengenharia, saímos do foco de procurar o bandido e estamos cuidando da sociedade de bem, acompanhando e ouvindo a comunidade no que ela quer. Com as visitas comunitárias e orientações de segurança, diminuímos em 20,9% o número de chamadas no Ciosp. Este policiamento direcionado tem estreitado a nossa relação com a comunidade”, explicou o comandante.

O delegado regional, Claudinei Lopes, reiterou o reflexo percebido com a mudança de atuação e destacou que o retorno dado pela sociedade tem contribuído com a resolutividade dos casos já existentes e principalmente prevenindo ações criminosas.

"A sensação de confiança no nosso trabalho encoraja a população a denunciar as práticas criminosas a qualquer suspeita. Isso nos permite um acesso mais pontual, ampliamos a nossa visão com esses olhares e a efetividade do nosso trabalho. Aumentou a produtividade em apreensão de drogas e armas, a confiança da comunidade em denunciar e com essas denúncias muitas vezes conseguimos antecipar o acontecimento do crime ", destacou o delegado.

A diretora do Conselho Comunitário de Segurança (Conseg), Kátia Dib, reafirma que a mudança de percepção da comunidade nos trabalhos que vem sendo realizado no município pela Segurança Pública se dá a facilitação do acesso às unidades e a aproximação por meio das atividades sociais.

"A população está mais sensível em reconhecer as dificuldades e mais aberta a receber orientações. A presença da polícia nos locais de grande fluxo e também a comércios e escolas deixa claro o compromisso com a comunidade e traz a tranquilidade que todos procuram”, inteirou Kátia.

Investimentos

O Governo do Estado de Mato Grosso realizou diversos investimento na Segurança Pública desde o início da gestão, incrementos significativos que auxiliam nos trabalhos realizados pelas forças de segurança em todo o Estado.

Em Rondonópolis, a Polícia Militar (PM) recebeu 84 novos soldados do último concurso realizado em 2013, para a Polícia Judiciária Civil (PJC) foram 33 policiais acionados ao quadro de efetivo, entre investigadores e escrivães.

Na última visita ao município, nesta quarta e quinta-feira (24 e 25.05), o secretário de Segurança, Rogers Jarbas, reafirmou o compromisso da Segurança Pública coma região, que deve receber um incremento na frota policial no próximo mês.

“Não conseguimos encaminhar antes a Trailblazers, mas 10 viaturas estão garantidas para junho para atender a PM e PJC. Vamos dar continuidade com esse plano de estruturação para aumentar a frota ainda mais aqui na região”, assegurou Jarbas.

Projetos e Programas Sociais

Referencial nas atividades preventivas desenvolvidas em Rondonópolis, as polícias Civil e Militar desenvolvem projetos sociais de prevenção ao uso de drogas, e também de orientação às boas práticas.

A Polícia Militar desenvolveu diversos programas de atuação junto à comunidade, o Programa de Assistência a Vítima (PAV) é um deles.

Direcionado ao atendimento vítimas de violência doméstica e fruto de diversas parcerias, o PAV orienta e dá suporte com uma equipe multidisciplinar nos casos registrados e orienta com palestras em unidades de saúde e locais de grande fluxo, para as maneiras de denunciar e como a pessoa vulnerável pode resguardar a sua integridade.

Outra atividade que tem se destacado é a intensificação da atividade de patrulhamento preventivo. Na região, a Patrulha Rondon tem garantido o sossego nas regiões centrais com rondas em regiões de comércio e também com o policiamento em locais de escolas nos períodos de entrada e saída dos alunos.

Na PJC, projetos sociais intensificam a intensão preventiva atendendo jovens e adolescentes e ofertando práticas esportivas com o objetivo de garantir o distanciamento deste público alvo ao ‘mundo’ do crime.

A unidade realiza também palestras em escolas para orientar a população sobre boas práticas e como proceder para denunciar alguma situação suspeita.

Uma parceria entre as forças com os núcleos de saúde e assistência social do município também garantem a atuação na recuperação aos usuários de drogas e moradores de rua.

Espalhe por ai:
Link:
Publicidade
Power by
Todos os direitos reservados. 2009-2017 - Bem Mais Comunicação - CNPJ 15.349.563/0001-67. Jornalista responsável Jose Paulo DRT MT- 000273 - Solange Priscila DRT MT- 2121