24/05/2017 às 12:10h
Santos goleia Sporting Cristal com facilidade e confirma liderança

O duelo do Santos contra o Sporting Cristal, nesta terça-feira, na Vila Belmiro, pela Libertadores, pode ser definido com apenas uma palavra: facilidade. Já classificado e encarando o lanterna do grupo 2, o Peixe não encontrou qualquer dificuldade para fazer 4 a 0. Desde os primeiros minutos, a equipe comandada por Dorival Júnior aproveitou-se da baixa qualidade técnica dos peruanos, se impôs, e não precisou se esforçar para alcançar a goleada. Na primeira etapa, Ricardo Oliveira e David Braz marcam. Após o intervalo, Vitor Bueno anotou o terceiro e o próprio zagueiro fechou o marcador.

Com o triunfo e a liderança confirmada, o Peixe agora terá um ‘descanso’ no torneio continental. Afinal, as oitavas de final começam apenas a partir de 4 de julho. Antes disso, no dia 14 de junho, acontece o sorteio para a definição do adversário dos santistas, que será alguma equipe que se classificou em segundo.

Com isso, os comandados de Dorival Júnior voltam suas atenções para o Campeonato Brasileiro. No próximo domingo, às 16h (de Brasília), o alvinegro recebe o Cruzeiro, na Vila, pela terceira rodada da competição nacional.

Cristal frágil e Santos dominante

Como era de se esperar, o Santos começou controlando todas as ações do duelo. Aproveitando-se da fragilidade do Sporting Cristal, o Peixe não encontrava nenhum empecilho para chegar ao ataque. Aos 11 minutos, a equipe comandada por Dorival Júnior montou uma pequena ‘blitz’ e quase abriu o placar. Victor Ferraz fez bela jogada pela direita e lançou Ricardo Oliveira, que dominou e soltou uma bomba na trave. No rebote, Copete cruzou na área e o próprio camisa 9 cabeceou para o fundo das redes. Arbitragem marcou impedimento.

Porém, não demorou muito para a superioridade do alvinegro se converter em gols. Logo aos 19 minutos, Ricardo Oliveira cobrou falta com perfeição, o goleiro Viana até conseguiu defender, mas a bola caiu nos pés de David Braz. Completamente sozinho, o defensor só teve o trabalho de tocar para o fundo da meta e fazer 1 a 0 na Vila.

Estava fácil demais! Após o goleiro Viana sair jogando errado, Vitor Bueno interceptou e bola ficou livre para Ricardo Oliveira. O artilheiro teve tempo de dominar e soltar o pé de fora da área para ampliar.

Mesmo com a vantagem, os comandados de Dorival Júnior mantiveram o ritmo intenso. Aos 28 minutos, Victor Ferraz achou Thiago Maia livre. O volante até balançou as redes, mas pelo lado de fora. No lance seguinte, Bueno avançou em velocidade pelo lado direito, entrou na área e chutou forte, mas parou no zagueiro Abram.

Antes do intervalo, aos 38, ainda sobrou tempo para Ricardo Oliveira receber ótimo passe de Hernández e parar no goleiro Viana, desperdiçando a chance do terceiro.

Peixe goleia sem fazer esforço

Com a vitória praticamente garantida, o Santos começou o segundo tempo apenas administrando o resultado. Mesmo assim, o Sporting Cristal não apresentava qualquer perigo ao goleiro Vanderlei. Na base da tranquilidade, o alvinegro foi tocando, tocando e tocando até ampliar o marcador.

Aos 21 minutos, Vitor Bueno recebeu na entrada da área, deu um drible da vaca no Cazulo, passou pelo goleiro Mauricio Viana e tentou tocar para Kayke, livre. Bola, porém, foi desviada por defensor peruano e voltou nos pés do camisa 7, que só teve o trabalho de empurrar para o fundo das redes, anotando o terceiro do Peixe na Vila.

A partida seguia com uma facilidade impressionante. Aos 26, David Braz aproveitou desvio de Renato após cobrança de escanteio e anotou o quarto do Santos, transformando a vitória em goleada. Depois disso, o duelo ficou ainda mais calmo na Vila e o Peixe apenas tocou a bola até o apito final de Jose Mendez.

The Strongest avança

O Santa Fe só precisava vencer o The Strongest em casa para se classificar às oitavas de final da Copa Libertadores da América. E com o estádio El Campín, em Bogotá, completamente lotado, a equipe colombiana saiu na frente aos 26 minutos da primeira etapa com Ceter. O que ninguém esperava era um gol contra. Mas ele aconteceu aos 39. López desviou de cabeça contra a própria meta após cobrança de escanteio fechada.

Dessa forma, o segundo tempo foi de pressão total dos donos da casa. Aos 18, Pérez até chegou a marcar, mas o lance foi corretamente anulado por impedimento. Aos 26, no entanto, o auxiliar errou ao invalidar gol de Stracqualursi. E tal gol fez falta, porque depois disso, os bolivianos conseguiram ser melhores na defesa até o apito final.

Com o empate, o The Strongest fechou a primeira fase na segunda colocação do Grupo 2 e vai às oitavas de final com apenas nove pontos. O Santa Fe dá adeus ao torneio com oito pontos, na terceira posição.

Espalhe por ai:
Link:
Publicidade
Power by
Todos os direitos reservados. 2009-2017 - Bem Mais Comunicação - CNPJ 15.349.563/0001-67. Jornalista responsável Jose Paulo DRT MT- 000273 - Solange Priscila DRT MT- 2121