20/05/2017 às 07:33h
Acompanhando tratamento à distância, pai desmente boatos e revela que Hayden nunca esteve em coma induzido

Pai de Nicky Hayden, Earl Hayden teve de vir a público para negar rumores que circulavam na internet na sexta-feira (19). O patriarca da família não pôde ir à Itália acompanhar o tratamento do filho por conta de um problema de saúde.

Titular da Honda no Mundial de Superbike, Hayden foi atropelado na última quarta-feira quando andava de bicicleta nas cercanias de Rimini. Internado no Hospital Maurizio Bufalini, em Cesena, Nicky luta contra um “sério politrauma com subsequente dano cerebral grave”.

Na noite de sexta-feira, o hospital emitiu um boletim médico informando que o norte-americano de 35 anos segue em estado extremamente crítico e assistido na UTI. O #69 está acompanhado da mãe, Rose, do irmão Tommy e da noiva, Jackie Marin, além de integrantes de sua equipe.

Em um dia marcado por uma onda de rumores, Earl atendeu o site norte-americano ‘Road Racing World’ e desmentiu uma série de boatos. O pai de Nicky negou que a família tenha emitido um comunicado para anunciar a morte do piloto e sublinhou que Nicky segue sua batalha pela recuperação, “embora esteja no suporte à vida”.

Além disso, Earl negou a informação inicial de que Nicky pedalava em um grupo de 14 pessoas e confirmou que o piloto estava sozinho no momento do atropelamento. O pai do ‘Kentucky Kid’ resaltou, ainda, que os médicos não fizeram uma cirurgia no #69, que também “nunca esteve em coma induzido”.

Irmã de Hayden, Kathleen também foi às redes sociais para reforçar que a família segue confiante na recuperação do campeão de 2006 da MotoGP. “Nós não estamos desistindo do nosso garoto!”, afirmou.


Espalhe por ai:
Link:
Publicidade
Power by
Todos os direitos reservados. 2009-2017 - Bem Mais Comunicação - CNPJ 15.349.563/0001-67. Jornalista responsável Jose Paulo DRT MT- 000273 - Solange Priscila DRT MT- 2121