16/05/2017 às 11:34h
Acadêmico de Direito é preso em Imperatriz-MA acusado de homicídio em Peixoto de Azevedo

A Polícia Civil do Maranhão, por intermédio da 10ª Delegacia Regional de Polícia Civil e da Superintendência de Homicídios e Proteção à Pessoa de Imperatriz, de posse de uma decisão judicial com decreto de prisão preventiva, cumpriu, na manhã dessa quinta-feira (11), mandado de prisão preventiva em desfavor de José Divaldo Barbosa Lima Júnior, estudante do segundo período do curso de Direito de uma faculdade privada da cidade.

O denunciado é acusado de ter participado do evento criminoso que culminou na morte de Josué Phelipe Araujode Souza, na cidade de Peixoto de Azevedo/MT em 2015, onde residia anteriormente. O crime foi praticado por José Divaldo e outros dois indivíduos, sendo um deles menor de idade.

Na época do fato, José Divaldo e os outros autores do crime trocavam ameaças com a vítima constantemente, fato que culminou na morte de forma ardil e cruel, no momento em que a vítima pilotava uma motocicleta e foi alvejada por cinco disparos de arma de fogo.

Após o crime, José Divaldo evadiu-se daquela comarca, homiziando-se em Imperatriz, onde iniciou os seus estudos e, segundo ele, também estava trabalhando, levando uma vida normal. Porém já havia tomado conhecimento da decisão judicial que decretou a medida cautelar.

José Divaldo Barbosa Lima Júnior foi apresentado na 10ª Delegacia Regional de Polícia Civil em Imperatriz e recambiado para a Unidade Prisional de Ressocialização de Imperatriz, onde se encontra à disposição da Justiça do Mato Grosso. Antes de ser levado para a UPRI, José Divaldo passou por exame de corpo de delito no Instituto Médico Legal.

Fonte: O Progresso Net

Espalhe por ai:
Link:
Publicidade
Power by
Todos os direitos reservados. 2009-2017 - Bem Mais Comunicação - CNPJ 15.349.563/0001-67. Jornalista responsável Jose Paulo DRT MT- 000273 - Solange Priscila DRT MT- 2121