12/05/2017 às 07:18h
Grupos de zoofilia serão investigados pela Polícia Federal

Silvana Ribas/ GD


Polícia Federal deve assumir investigação de ação de grupos de zoofilia (adeptos da prática de sexo com animais) que tem ramificações em Mato Grosso, promovendo intensa troca de vídeos de cunho sexual com animais. Apuração ainda está na esfera da Polícia Civil de Mato Grosso, mas pelas ramificações com membros de outros países, será remetida para Polícia Federal.

Divulgação 
Emerson confirmou que fazia parte de 2 grupos de zoófilos

Existência de grupos que fomentam a prática foram revelados em depoimento do estudante Emerson Fernandes Pedroso, 30, preso depois de publicar um vídeo onde aparece fazendo sexo com uma cadela.

Vídeo vazou nas redes sociais no dia 19 de abril, causando grande comoção e revolta, principalmente por parte dos grupos de proteção aos animais. Emerson teve decretada a prisão temporária por cinco dias e foi preso ao se apresentar na Delegacia Especializada de Meio Ambiente (Sema). A cadela "Branquinha", alvo dos abusos, foi localizada e encaminhada para exames. Outros dois cães do estudante foram retirados da guarda dele.

Segundo o delegado Gianmarco Paccola Capoani, titular da Dema, em depoimento Emerson confirmou que o vídeo foi feito para um dos grupos de zoofilia que participava. O primeiro, do qual acabou excluído, era integrado mais de 100 membros, inclusive de outros países onde havia intensa troca de material pornográfico no grupo e ele foi excluído por não compartilhar material. Depois foi adicionado no segundo grupo, do qual participavam membros do grupo anterior.

Foi para este grupo que ele produziu o vídeo que vazou e o levou a prisão. Segundo Paccola, o inquérito está em andamento e seis pessoas já foram ouvidas. Os demais depoimentos virão a partir do resultado dos laudos periciais no celular que o estudante usou para fazer o vídeo e compartilhar as imagens. 

Espalhe por ai:
Link:
Publicidade
Power by
Todos os direitos reservados. 2009-2017 - Bem Mais Comunicação - CNPJ 15.349.563/0001-67. Jornalista responsável Jose Paulo DRT MT- 000273 - Solange Priscila DRT MT- 2121