11/05/2017 às 10:05h
Polícia Civil prende 3 em Diamantino por roubo de defensivos agrícolas
Assessoria PJC/MT

Três homens foram presos e uma arma de fogo apreendida pela Polícia Judiciária Civil, na última sexta-feira (05.05), por envolvimento com um roubo ocorrido a uma empresa de fertilizante, na cidade de Diamantino (218 km a Médio Norte).

Na ação da Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO) e da Delegacia de Polícia de Diamantino, os suspeitos: Jairo José Ferreira, 26, Heliedson Silva Santana, 18 e o vigia da empresa Jeferson Messias Santana de Oliveira, 24, foram autuados em flagrante por roubo majorado.

O crime aconteceu no final da tarde de quinta-feira (04.05), quando homens armados e encapuzados invadiram a loja Via Fértil e renderam os funcionários.

Na ocasião, foram subtraídos objetos pessoais das vítimas como relógios e aparelhos celulares, além de um caminhão com uma carga de defensivos agrícolas avaliada em torno de R$ 500 mil.

Logo que acionados, a equipe do GCCO se descolou até Diamantino e em parceria com os policiais civis do município, iniciaram as diligências para elucidar a ocorrência.

Durante investigação foi apurado sobre a possível participação do segurança Jeferson na ação criminosa.

Com base nas suspeitas, os policiais civis conseguiram localizar Jeferson em sua residência. Questionado, ele contou que tinha conhecimento do roubo e a pessoa de Jairo foi quem o “convidou” para participar do assalto, no entanto o mesmo disse ter recusado.

Em seguida, os investigadores foram a casa de Jairo no bairro Bom Jesus, onde surpreenderam o suspeito na companhia de Heliedson. No local foi apreendido debaixo do lençol, um revólver calibre 38 com numeração raspada e cinco munições intactas.

Ao lado da cama de Jairo, também foram localizados dois aparelhos celulares e os relógios roubados dos funcionários da empresa assaltada.

Diante do flagrante, os três envolvidos foram conduzidos à Delegacia de Polícia de Diamantino e autuados por roubo majorado.

Conforme o delegado de polícia do GCCO, Luiz Henrique Damasceno, as investigações continuam com objetivo de recuperar o caminhão e a carga de defensivos agrícolas.

Denúncia

Além do disque-denúncia via 197, a Polícia Civil conta com um canal exclusivo via WhatsApp para recebimento de informações referentes a organizações criminosas, extorsão mediante sequestro, roubos e furtos a instituições financeiras, defensivos agrícolas, ameaça contra policiais civis e autoridades constituídas. Pelo telefone (65) 9 9232-0457 qualquer pessoa pode auxiliar as investigações da GCCO. O sigilo é absoluto.

Espalhe por ai:
Link:
Publicidade
Power by
Todos os direitos reservados. 2009-2017 - Bem Mais Comunicação - CNPJ 15.349.563/0001-67. Jornalista responsável Jose Paulo DRT MT- 000273 - Solange Priscila DRT MT- 2121