08/05/2017 às 05:40h
OPERAÇÃO VERTÍGO Oito proprietários de óticas foram presos suspeitos de realizar exames e receitar lentes
Escrito por: WILLIAN SILVA

Foto PJC

Oito proprietários de óticas foram presos durante a operação ‘Vértigo’ realizada pela Delegacia Especializada do Consumidor (Decon) e o Conselho Regional de Medicina (CRM) em Cuiabá.  A operação deflagrada nesta segunda-feira (08) investiga o exercício ilegal de medicina por profissionais da área de optometristas suspeitos de realizar exames de vista e receitar lentes.

Segundo a Polícia Civil, a prática é considerada ilegal, uma vez que é vedado às óticas confeccionar e vender lentes de grau sem prescrição médica.  A operação foi deflagrada. após denúncias sobre estabelecimentos comerciais que realizavam exames de vista e prescrevia receitas médicas.

Segundo o delegado da Decon, Antônio Carlos Araújo o optometrista é responsável por fabricar e vender lentes de grau, mediante prescrição médica.  Esse profissional não pode fazer exame de vista e nem receitar uso de lentes. O contrário disso é uma ação ilegal” destacou o delegado.

Os optometristas podem responder por exercício ilegal da medicina, e os proprietários de óticas podem respondem por induzir usuário a erro por indicação ou informações falsas utilizando de qualquer meio, inclusive divulgação publicitária.

Araújo alerta que muitas doenças podem não ser detectadas, em consultas com pessoas não capacitadas, e as sequelas podem ser permanentes.  “Os sintomas vão de desde dores de cabeça, vertigem, o que por si só, constituem fatores relevantes para a qualidade de vida”, destacou o delegado.

Espalhe por ai:
Link:
Publicidade
Power by
Todos os direitos reservados. 2009-2017 - Bem Mais Comunicação - CNPJ 15.349.563/0001-67. Jornalista responsável Jose Paulo DRT MT- 000273 - Solange Priscila DRT MT- 2121