05/05/2017 às 07:23h
Cássio será o capitão do Corinthians na decisão do Paulista

O goleiro Cássio será o capitão do Corinthians na decisão do Campeonato Paulista na tarde de domingo, às 16h (de Brasília), contra a Ponte Preta, no estádio de Itaquera. A confirmação foi dada pelo técnico Fábio Carille na entrevista coletiva concedida pouco depois do treino da manhã desta sexta-feira no CT Joaquim Grava, o penúltimo preparo da equipe antes da segunda partida da final do Estadual.

“Está definido antes do primeiro jogo lá de Campinas. É o Cássio”, comentou o treinador, embasando sua escolha pelo camisa 12 no histórico recente de alternância da faixa durante as últimas temporadas. Iniciado por Tite, o rodízio é uma das formas de fazer com que os jogadores se sintam importantes dentro do elenco.

“Sigo a história do Corinthians de quando começou esse rodízio. Alessandro era o capitão nos títulos desde 2011, levantou o troféu até o Campeonato Paulista de 2013. Aí, na Recopa de 2013, o Alessandro estava machucado e foi o Danilo, atleta com maior número de jogos. Depois, em 2015, foi o Ralf, jogador há mais tempo no clube. Então está definido que o Cássio será o capitão”, explicou Carille.

A escolha por Cássio premia um dos poucos remanescentes da conquista da Libertadores e do Mundial em 2012, ao lado apenas do meia Danilo. Como o armador fraturou a fíbula no ano passado e está sem jogar desde então, porém, o arqueiro aparece como único titular desde então, ressurgindo após perder espaço para Walter durante a última temporada.

“Ele e nós sabemos que o ano dele em 2016 não foi bom. Mas foi titular na maioria do tempo, até muito se pressionou sobre a questão Cássio e Walter. Sabia que o Walter estava melhor ano passado, mas eu tenho que ter uma linha de coerência sobre o grupo”, disse, apontando a lesão do reserva como fundamental para a titularidade de Cássio.

“Era para ser o Walter titular no começo do ano, mas virou o Cássio por necessidade. Não inscrevemos o Walter na primeira parte do Paulista porque não sabíamos quanto tempo demorava a lesão. Com isso, o Cássio se estabeleceu e é mais um que podemos colocar como destaque do sistema defensivo. Dos 17 jogos do Paulista, em nove deles a gente não tomou gols”, concluiu o treinador.

Com a confirmação de Cássio, o Timão chegará a um quarteto praticamente firmado como os líderes do rodízio. Fagner soma seis duelos com a faixa, um à frente de Balbuena e Rodriguinho. Cássio, com quatro, vai se igualar ao defensor e ao armador na “disputa” e, de quebra, pode levantar a taça em caso de título do Timão.

Espalhe por ai:
Link:
Publicidade
Power by
Todos os direitos reservados. 2009-2017 - Bem Mais Comunicação - CNPJ 15.349.563/0001-67. Jornalista responsável Jose Paulo DRT MT- 000273 - Solange Priscila DRT MT- 2121