02/05/2017 às 06:28h
Eduardo Botelho cobra de Pedro Taques os R$ 130 milhões de emendas parlamentares
EDER GOMES ( o independente)

Em entrevista ao Jornal da Capital, na Rádio Capital FIM, na manhã de hoje (2), o presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso, Eduardo Botelho (PSB), disse que até o momento, o Governo do Estado não liberou nenhum recurso relativo as emendas impositivas dos deputados estaduais.

Em que cada deputado tem o direito de receber R$ 5,4 milhões através de emendas impositivas. No do valor pago pelo Estafo aos 24 parlamentares é de aproximadamente R$ 130 milhões. No que tange a lei determina que o Estado deve repassar 1% do orçamento para que os membros do Legislativo sendo direcionado para pequenas obras.

"Estar sem dinheiro" não cabe para o caso em questão. "A emenda faz parte do orçamento do Estado e o governo não baixou a arrecadação. A arrecadação está de acordo com o que foi previsto, então tem de pagar", ressaltou Botelho.

Por outro lado, Pedro Taques (PSDB), alega que a crise econômica acabou dificultando todos os repasses aos deputados e não repassou integralmente os valores determinados por Lei para os membros do Legislativo Estadual.

Botelho disse ainda, que todos os 24 deputados irão brigar, para receber integralmente os valores, pois a atual situação econômica do Estado permite que os montantes sejam totalmente repassados. "Nada justifica o governo está sem dinheiro, mas isso faz parte do orçamento do Estado e é um direito dos deputados. O governo não abaixou as arrecadações, então acho que ele tem, sim, condições de pagar. Vamos lutar para que esse direito seja pago”, finalizou o presidente da ALMT.

Espalhe por ai:
Link:
Publicidade
Power by
Todos os direitos reservados. 2009-2017 - Bem Mais Comunicação - CNPJ 15.349.563/0001-67. Jornalista responsável Jose Paulo DRT MT- 000273 - Solange Priscila DRT MT- 2121