19/04/2017 às 06:42h
Contratado a 'peso de ouro', Cleber não sabe motivo de ausência em lista

Gabriela Brino e Russel Dias

Com problemas na defesa desde o fim do ano passado, o Santos gastou R$ 7,4 milhões no começo da temporada para contratar o zagueiro Cleber, que estava no Hamburgo (ALE). No entanto, o defensor enfrentou problemas físicos e não teve estabilidade no time titular. Na última segunda-feira, porém, o camisa 31 (2 na Libertadores) ficou fora da lista de relacionados para encarar o Santa Fe, nesta quarta-feira, na Colômbia, pela terceira rodada do grupo 2 da Libertadores.

O motivo, segundo o Peixe, é opção da comissão técnica. Para pessoas próximas, o zagueiro admite estar triste, mas não sabe o real motivo da ausência.

Com a limitação no número de jogadores que pode levar ao banco de reservas (oito atletas), o técnico Dorival Júnior relacionou os zagueiros Lucas Veríssimo e David Braz, sua dupla titular, e o volante Yuri, que já atuou algumas vezes improvisado como zagueiro, para o banco de reservas.

A explicação técnica é a versatilidade, já que com Yuri Dorival tem duas funções em um só jogador. Por outro lado, Leandro Donizete, outro volante, também foi levado para suprir eventual ausência de Renato e Thiago Maia ou reforçar o meio de campo.

Desde que chegou, Cleber atuou em oito partidas e foi expulso em uma, contra a Ferroviária, pelo Paulistão. Segunda contratação mais cara do Peixe no ano, ele está atrás apenas do atacante Bruno Henrique, comprado por R$ 14 milhões do Wolfsburg, também da Alemanha.

Assim que chegou, Cleber precisou de treinamentos intensivos para reforçar a musculatura da coxa e do joelho direitos, por conta da má recuperação de uma cirurgia no passado. Desde então, o zagueiro encarou problemas físicos.

Espalhe por ai:
Link:
Publicidade
Power by
Todos os direitos reservados. 2009-2017 - Bem Mais Comunicação - CNPJ 15.349.563/0001-67. Jornalista responsável Jose Paulo DRT MT- 000273 - Solange Priscila DRT MT- 2121