06/04/2017 às 07:32h
Vigilância em Saúde está implantando grupos de combate ao tabagismo
 Angela Fogaça

A Vigilância em Saúde está articulando para implantação de grupos de combate ao tabagismo. De acordo com a coordenadora da Vigilância, a enfermeira Angela Paixão, um grupo foi implantado na unidade do PSF Perin e outro no bairro Celídio Marques.                       

A iniciativa terá suporte e apoio do médico Osvaldo Medeiros. A coordenadora explicou que o  público alvo desses grupos são os fumantes. “O objetivo é fazer o tratamento e acompanhamento dessas pessoas, a fim de que parem de fumar”, explicou.                  

De acordo com a coordenadora, o grupo busca conscientizar que “é melhor para pessoa e o custo é mais baixo fazer prevenção do que esperar a pessoa apresentar um câncer de pulmão e ter que se sujeitar a viagens e a dolorosa rotina de tratamento”, pontuou.                       

Os grupos estão sendo formados nas unidades de saúde e necessitam de acompanhamento de médico e enfermeiro. A enfermeira destacou que geralmente leva três meses o tratamento. A ação mais básica a ser feita é conscientizar os fumantes sobre os malefícios que o cigarro traz a saúde.

De acordo com os levantamentos do Instituto Nacional do Câncer (INCA), um fumante tem 10 vezes mais chances de desenvolver câncer de pulmão, cinco vezes mais de sofrer infarto e duas vezes mais de ter um derrame no cérebro.

Segundo o INCA, cerca de 80% dos fumantes querem parar de fumar, mas apenas três conseguem parar sozinhos. E o maior motivo pelo qual as pessoas buscam o cigarro é a ansiedade.

Espalhe por ai:
Link:
Publicidade
Power by
Todos os direitos reservados. 2009-2017 - Bem Mais Comunicação - CNPJ 15.349.563/0001-67. Jornalista responsável Jose Paulo DRT MT- 000273 - Solange Priscila DRT MT- 2121