O que você procura?
Terça Feira, 25 de Abril de 2017
Futebol
31/03/2017 - 09:22h
Tá na Área: escritório americano estuda ação contra a Chape; Veja mais


Mais uma ação será movida contra a Chapecoense, movida por familiares de vítimas. Dessa vez, por um escritório americano. Localizado em Miami, na Flórida, o Podhurst Orseck vai cobrar que o prêmio do seguro pela queda do avião seja efetuado no valor de U$ 300 milhões (cerca de R$ 950 milhões), que é praxe de mercado, e não em U$ 25 milhões (R$ 79 milhões), como anunciado. O escritório afirma já ter assinado com 14 familiares.

"Estamos tentando acessar o contrato de seguro e o contrato firmado entre Chapecoense e a LaMia, mas o clube não mostra. Alega questões de confidencialidade, mas as famílias têm esse direito", disse ao Blog o advogado Fabiano Emery, representante do escritório americano no Brasil.

Segundo ele, o escritório americano é especializado neste tipo de causa e teria condições de atuar no Brasil pelo fato de a fabricante da aeronave, a British Aerospace, ter modelos em atuação nos Estados Unidos. A inicial, no entanto, ainda não foi movida

Membros de conduta ilibada

Um dos delatores do esquema que levou à prisão 5 dos 7 conselheiros do Tribunal de Contas do Estado (TCE), do Rio, fazia parte do STJD até outro dia. Jonas Lopes de Carvalho Neto renunciou ao cargo em dezembro, após ter sido levado à sede da Polícia Federal para depor nas investigações. Ele era presidente da 5ª Comissão Disciplinar do Tribunal. Para a sua vaga, foi nomeado Flávio Boson, auditor do TJD/MG, e atuava como procurador do STJD.

O ex-membro do STJD, juntamente de seu pai, Jonas Lopes de Carvalho Júnior, ex-presidente do TCE, são acusados de receber propina para aprovar obras do Governo, entre elas a do Maracanã. Um dos delatores do esquema diz em depoimento que pagou R$ 1 milhão de propina (de um total de R$ 4 milhões que ainda seriam pagos) ao próprio Neto, em seu escritório de advogacia, no centro do Rio.

Neto atuou em pelo menos duas decisões polêmicas, enquanto auditor. Em 2012, foi responsável por punição a Ronaldinho Gaúcho quando o meia jogava pelo Atlético-MG. Punido com um jogo de suspensão, a ação foi motivada sem que o árbitro do jogo (contra o Grêmio) tivesse apontado o fato na súmula. Ao levantar o histórico do auditor, internautas revelaram que ele é torcedor do Flamengo, tendo feito posts contra Ronaldinho em momentos anteriores.



Dupla Atletiba se reúne, descarta ouvir Globo e irá transmitir final no Youtube e no Facebook
24/04/2017 | 06:15h
Rescisão é publicada no BID, e Cirino troca Fla pelo Inter por empréstimo
24/04/2017 | 06:10h
Na volta de Victor, Atlético- MG vence URT e avança para sua 11ª final consecutiva do Mineiro
23/04/2017 | 07:26h
Com dois de Guerrero, Flamengo derrota Botafogo e faz final contra o Fluminense
23/04/2017 | 07:24h
Corinthians empata com o São Paulo na Arena e vai à final do Paulistão
23/04/2017 | 07:23h
Fifa intima Cruzeiro por dívida com Huracán e Ábila deve deixar o clube
20/04/2017 | 07:17h
Banco exige inclusão de Ceni para ser patrocinador máster do São Paulo
20/04/2017 | 07:15h
Janot pede volta do goleiro Bruno à prisão; STF vai analisar caso
20/04/2017 | 07:13h
Chapecoense pressiona, perde gol surreal e fica no empate com o Nacional em casa
19/04/2017 | 06:43h
Contratado a 'peso de ouro', Cleber não sabe motivo de ausência em lista
19/04/2017 | 06:42h
Notícias

Esportes

Videos

Entretenimento

Publicidade

Desenvolvido pela
Copyright © 2009/2017.
Todos os direitos reservados.
Bem Mais Comunicação -CNPJ 15.349.563/0001-67. Jornalista responsável - Solange Priscila DRT/MT 2121 - Jose Paulo Batista - DRT/ MT 000273