30/03/2017 às 12:32h
Polícia leva vereador para depor coercitivamente sobre fraude fiscal em VG
LEANDRO AGOSTIN


O vereador de Várzea Grande Carlos Garcia (PSB) foi conduzido coercitivamente na manhã desta quarta-feira (29) para prestar depoimento na Delegacia Especializada em Crimes Fazendários e Contra a Administração Pública (Defaz).

Garcia foi detido na Operação Pérfido, da Polícia Fazendária, que investiga esquema de corrupção, concussão, sonegação de impostos e outros crimes praticados por uma organização criminosa constituída por servidores municipais, que em conluio com os empresários/contribuintes várzea-grandenses provocaram prejuízo de aproximadamente R$ 60 milhões ao munícipio, durante as gestões dos ex-prefeitos Murilo Domingos, Tião da Zaeli e Wallace Guimarães (PMDB).

“Fui conduzido talvez por conhecer o pessoal. Eles perguntaram sobre as irregularidades prestadas pela Secretária de Fazenda. Se eu conheço “fulano ou “ciclano” e se já tive envolvimento com um ou outro [investigado]”, disse o vereador ao deixar a delegacia.

Sem dar detalhes, o vereador afirmou ainda que algo bem maior acontece na Prefeitura do município.

“A imprensa sabe que a prefeitura de Várzea Grande tem um problema que ainda vai explodir e, agora, está começando a ascender a fumacinha”, finalizou Carlos Garcia.

A investigação corre em segredo de justiça, decretado pelo juiz Abel Balbino Guimarães, da 4ª Vara Criminal de Várzea Grande. Participaram da operação 80 policiais civis, entre delegados, investigadores e escrivães lotados em Delegacias da Diretoria de Atividades Especiais (Veja mais aqui).

Defaz deflagra operação contra corrupção de fiscais de tributos municipais de VG



Foto Por: LEANDRO AGOSTINI
Operação Pérfido investiga um suposto esquema fraudulento tributário em Várzea Grande.

Espalhe por ai:
Link:
Publicidade
Power by
Todos os direitos reservados. 2009-2017 - Bem Mais Comunicação - CNPJ 15.349.563/0001-67. Jornalista responsável Jose Paulo DRT MT- 000273 - Solange Priscila DRT MT- 2121