23/03/2017 às 07:39h
Temer faz ofensiva sobre a China para tentar reverter embargo

O presidente Michel Temer informou que entrará em contato nesta quinta-feira (23) com o presidente da China, Xi Jinping, para tentar acabar com o embargo estabelecido pelo país à carne brasileira.

A decisão do peemedebista de se envolver pessoalmente nas negociações ocorreu após não ter tido êxito a ofensiva feita pelo ministro da Agricultura, Blairo Maggi, que participou de videoconferência na segunda-feira (20) com autoridades do país asiático.

Em discurso, o peemedebista disse que escalou o ministro para dar entrevistas a agências internacionais e que ordenou ao Ministério das Relações Exteriores que convoque os embaixadores de países importadores do produto brasileiro para esclarecer as medidas que têm sido tomadas para superar a crise da carne.

"Eu vou ligar mais tarde para o presidente da China para esclarecer essa situação e peço ao Palácio do Itamaraty que convoque os embaixadores em todos os países importadores para esclarecer os fatos", disse.

Segundo o Ministério da Agricultura, a China decidiu reter temporariamente as mercadorias brasileiras nos portos do país até que o governo brasileiro apresente explicações mais detalhadas.

O presidente voltou a minimizar o episódio e criticar a repercussão que ele alcançou, mas novamente sem citar a Polícia Federal, responsável por revelar fraudes na carne brasileira no rastro da Operação Carne Fraca.

Segundo ele, o incidente "não pode alcançar a dimensão" que atingiu e tratou-se de um "embaraço que pode causar prejuízos ao país".

"Nós tivemos um pequeno incidente. Não vou falar que é pequeno, porque é grave. Mas é impressionante como houve um espírito de nacionalidade para conquistar algo que poderia se transformar em um evento internacional desastroso", disse.

Ele voltou a defender que os servidores públicos que cometeram irregularidades deverão ser punidos. "Logo iremos superar esse embaraço que pode causar prejuízos ao país e que logo será superado. A economia brasileira não pode ver a sua credibilidade abalada", afirmou.

Na tentativa de impor uma pauta positiva, o presidente participou nesta quinta-feira de lançamento do novo portal do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços.

No discurso, o próprio peemedebista reconheceu que a iniciativa já tinha sido anunciada "bem lá trás". "Este momento é para revelar que não ficamos só na palavra", explicou. Com informações da Folhapress.

Espalhe por ai:
Link:
Publicidade
Power by
Todos os direitos reservados. 2009-2017 - Bem Mais Comunicação - CNPJ 15.349.563/0001-67. Jornalista responsável Jose Paulo DRT MT- 000273 - Solange Priscila DRT MT- 2121