20/03/2017 às 07:41h
Vereadores prometem moção de repúdio contra Taques por descaso com Hospital Regional

O IndependenteMT


A Câmara Municipal de Sorriso (398 km ao Norte de Cuiabá) deve aprovar na noite desta segunda-feira (20) uma moção de repúdio contra o governador Pedro Taques (PSDB) por conta do descaso em que se encontra o Hospital Regional da cidade, que sofre com atrasos em repasses referentes à dezembro, janeiro e fevereiro.

Ao site O Independente, o presidente da Câmara, Fábio Gavasso (PSB) afirmou que 10 dos 11 parlamentares já assinaram a moção de repúdio.

Eles reclamam que nos últimos meses, houve muitos casos de mortes de crianças e de bebês que ainda não haviam nascido, além de pessoas que ficaram com sequelas devido à falta de atendimento adequado na unidade de saúde, que é referência para mais de 400 mil habitantes dos 15 municípios membros do Consórcio Intermunicipal de Saúde da Região do Teles Pires.

Os vereadores destacam que a unidade é, para muitos moradores, a única instituição pública que atende casos de média e alta complexidade.

Conforme consta na moção de repúdio, existe uma pendência de mais de R$ 8 milhões do Estado com o hospital, referente ao mês de dezembro de 2016, parte de janeiro e fevereiro deste ano.

De acordo com o vereador Fábio Gavasso, no dia 21 de fevereiro, houve uma audiência entre o governador Pedro Taques, o então secretário de Estado de Saúde João Batista e 150 lideranças regionais em que ficou acordado o pagamento dos repasses atrasados.

O documento cita ainda a forma “ríspida e prepotente” com que o chefe do Executivo teria tratado as pessoas que foram reivindicar melhorias para o hospital da região.

"De forma ríspida, prepotente, muitas vezes procurando melindrar e até humilhar as pessoas que estavam reivindicando um direito do cidadão da região, foi a forma de tratamento dada pelo governador. Poderia apresentar justificativas e respeitosamente demonstrar um esforço em resolver o problema, que em seu governo se agravou", destaca a moção de repúdio.

Segundo a Câmara de Sorriso, em 2016, o número de atendimentos realizados pelo Hospital Regional foi de 261.666, com uma média de 21,8 mil atendimentos por mês em todas as áreas.

O número total de profissionais é 583 entre médicos, servidores celetistas, concursados e terceirizados, que, segundo os parlamentares do Município, encontram-se em “situação de abandono pela precariedade nas estruturas, equipamentos e pagamentos de seus salários”, diz trecho do documento.

Hospital Regional de Cáceres

Médicos do Hospital Regional de Cáceres (214 km na região Centro-sul de Cuiabá), paralisaram as atividades nesta segunda-feira (20) para cobrar o recebimento de três salários atrasados, referentes aos meses de dezembro, janeiro e fevereiro.

Na unidade, são realizadas cirurgias geral, oncológica, pediátrica, ortopédica, urológica, além de neurocirurgia e cerca de 20 cirurgias que estavam marcadas para esta segunda foram suspensas

Somente os casos de urgência e emergência, os pós-operatórios e os pacientes que fazem quimioterapia estão sendo atendidos.

Outro lado

O Independente entrou em contato por e-mail e telefone com a Secretaria de Estado de Saúde, mas, até o fechamento desta matéria, não obteve resposta.

Espalhe por ai:
Link:
Publicidade
Power by
Todos os direitos reservados. 2009-2017 - Bem Mais Comunicação - CNPJ 15.349.563/0001-67. Jornalista responsável Jose Paulo DRT MT- 000273 - Solange Priscila DRT MT- 2121