20/03/2017 às 07:37h
Como uma pessoa em forma e saudável pode sofrer um infarto?


Paulo Nobuo

Os riscos de doenças cardíacas são aumentados entre pessoas com mais de 60 anos, obesas, diabéticas, hipertensas ou que sofrem com colesterol alto. Mas se você já conheceu histórias de jovens saudáveis que, subitamente, foram vítimas de um infarto, pode ficar confuso e sem entender como isso pode acontecer.

Pessoas jovens podem sofrer infarto?

infarto ataque cardiaco 0317 400x800© Fornecido por Batanga Media Difusão pela Internet LTDA infarto ataque cardiaco 0317 400x800

De acordo com médicos, infarto em pessoas com menos de 60 anos e que não apresentavam qualquer sinal da condição normalmente está relacionado à uma questão genética. Algumas doenças hereditárias e vasculares podem predispor indivíduos a ataques cardíacos em idades jovens.

É por isso que especialistas afirmam que todos devem estar cientes que a genética é também uma fator de risco para ataque cardíaco súbito e que é possível até mesmo sofrer um infarto súbito durante a prática de exercícios.

Sintomas de infarto

coracao ataque cardiaco 0© Fornecido por Batanga Media Difusão pela Internet LTDA coracao ataque cardiaco 0

Os sintomas mais comuns de infarto são dores no peito, formigamento no braço esquerdo e pescoço, náusea e vômito. Mas outros incômodos menos conhecidos, como dores nas costas, suor frio e desmaio também podem estar relacionados à condição.

Problemas no coração também podem ser caracterizados por queimação no estômago sem relação com alimentos, falta de ar e dor no peito que aparece após a prática de exercícios e desaparece ao descansar. Se você sentir alguns desses sintomas, vale seguir para o hospital e conhecer orientações que podem até salvar sua vida.

Como evitar infarto

doenca cardiaca mao coracao 0117 400x800© Fornecido por Batanga Media Difusão pela Internet LTDA doenca cardiaca mao coracao 0117 400x800

A prática regular de atividades físicas aliada a uma alimentação que protege o coração é o principal passo para evitar ou reduzir as chances de sofrer um infarto. Entre as mulheres, uma das maiores causas é o tabagismo combinado com o uso de anticoncepcionais.

Além disso, é importante realizar constantemente exames de rotina e, se possui diabetes, histórico familiar ou hipertensão, saiba que aumenta seus riscos de desenvolver problemas cardíacos. Fique atento ainda caso os sintomas apresentados apareçam após emoções fortes ou situações estressantes: há maior probabilidade de ser um infarto.


Espalhe por ai:
Link:
Publicidade
Power by
Todos os direitos reservados. 2009-2017 - Bem Mais Comunicação - CNPJ 15.349.563/0001-67. Jornalista responsável Jose Paulo DRT MT- 000273 - Solange Priscila DRT MT- 2121