17/03/2017 às 07:37h
Operação que investiga venda ilegal de lotes por vereadores de Primavera chega a Cuiabá
Fonte: O independente

O Ministério Público do Estado de Mato Grosso, por meio das Promotorias de Justiça Cível e Criminal de Primavera do Leste,  cumpriu um mandado de busca e apreensão em uma residência, em Cuiabá, como desdobramento da Operação Sesmaria, que investiga atos de corrupção na aprovação de loteamentos e compra de votos, em Primavera do Leste (distante 244 km ao Leste de Cuiabá).

Conforme os promotores responsáveis, o objetivo é buscar indícios e provas a respeito de crimes de corrupção passiva e ativa envolvendo vereadores da Câmara do município, ocorridos no início do ano de 2013.

As investigações revelaram a possível compra de votos para a nomeação da Mesa Diretora do Poder Legislativo no mandato 2013/2014.

Onze policiais do Grupo de Atuação Especial contra o Crime Organizado (Gaeco) participaram da nova fase da operação, que resultou na apreensão de documentos relacionados ao fato investigado.

Em novembro de 2016 quatro vereadores foram alvos da primeira fase da operação desencadeada pelo Gaeco. Os vereadores foram conduzidos de forma coercitiva para depor. Vários mandados de busca e apreensão, além de conduções coercitivas foram cumpridos, à época, contra agentes públicos, empresários e advogados.

De acordo com o MPE, existem informações de propinas para a liberação de loteamentos na região.

A organização criminosa é formada por agentes públicos, advogados e empresários do ramo imobiliário em Primavera do Leste e região.

Espalhe por ai:
Link:
Publicidade
Power by
Todos os direitos reservados. 2009-2017 - Bem Mais Comunicação - CNPJ 15.349.563/0001-67. Jornalista responsável Jose Paulo DRT MT- 000273 - Solange Priscila DRT MT- 2121